Unidade de Saúde Móvel renova balanço positivo nas praias fluviais

Pelo terceiro ano consecutivo, a Unidade Móvel de Saúde (UMS) do Município de Proença-a-Nova visitou as praias fluviais e zonas de lazer do concelho durante os meses de julho e agosto, tendo realizado 328 rastreios, em 18 saídas, números que superam o sucesso já alcançado em 2016 e 2017. Inserida no programa Proença Anima o teu Verão, esta iniciativa sensibilizou os veraneantes para a exposição excessiva ao sol, hábitos alimentares e atividade física, além dos habituais rastreios de diagnóstico.

A avaliação de bio impedância - que determina parâmetros biométricos como o Peso, IMC (índice de massa corporal), % Gordura, % Água, Massa Muscular, Nível Físico, Massa Óssea, Índice de Metabolismo Basal, Idade Metabólica e % Gordura Visceral – é dos testes mais procurados, pois apesar de as pessoas terem consciência das consequências do excesso de peso, continuam à procura de conselhos sobre hábitos alimentares para redução dos níveis de colesterol e de como aumentar a atividade física. Entre os principais problemas de saúde encontrados foi a ingestão insuficiente de água em 193 dos casos e a falta de atividade física em 170 do total dos atendimentos. No entanto, é de salientar que foram registados melhores níveis de colesterol do que em 2017, o que para Carlos Dias, Técnico de Saúde e Terapêutica do Município, demonstra que “apesar do período de férias ser tendencialmente de excessos, há cada vez mais consciência que temos de ter alguns cuidados com a saúde”.

A UMS verificou também a tensão arterial, pulsação e concentração de oxigénio no sangue, a glicémia, o colesterol e controlo de temperatura. Por cada rastreio realizado, todos os utentes receberam mais uma edição gratuita da “Revista ao Sol”, relembrando as regras de ouro para aproveitar o sol, conselhos de foto proteção e jogos educativos como sopa de letras sobre saúde, palavras cruzadas sobre as praias fluviais e sudoku.

Os rastreios foram essencialmente realizados a pessoas de idades superiores a 50 anos, com o público feminino a ter maior peso no total, representando 58%, contra os 42% de homens atendidos. Dos 328 atendimentos realizados na Aldeia Ruiva, Alvito da Beira, Cerejeira, Fróia e Malhadal, 97 destes foram feitos a pessoas residentes fora do concelho e que se encontravam de férias nas praias fluviais e zonas de lazer do concelho.

2018-09-04