Prémio Literário Pedro da Fonseca recebe textos até 29 de maio

Quem pretender participar na terceira edição do Prémio Literário Pedro da Fonseca tem até 29 de maio para redigir um texto, em prosa ou poesia, e submete-lo a concurso, enviando a proposta por correio até essa data. O Executivo Municipal aprovou, em reunião de Câmara de 6 de abril, o prolongamento do prazo, que já havia sido estendido até 31 de março, devido às circunstâncias excecionais vividas pela pandemia da COVID-19.

Com este novo alargamento, o convite é que quem esteja em casa com mais tempo disponível se possa dedicar a explorar a gastronomia do concelho de Proença-a-Nova – o tema desta edição – e depois escrever um conto ou um conjunto de poemas que reflitam, de alguma maneira, a riqueza gastronómica do território. “O desafio da escrita, que foi lançado pela constituição do Prémio Literário Pedro da Fonseca, ganha para aqueles e aquelas que se realizam no ato de escrever um momento diferenciado neste período que vivemos de alguma ansiedade e incerteza, mas também para todos os que sentem na escrita capacidade de transmitir o universo do seu imaginário e que, aliado à gastronomia, motiva outros sentidos”, considera o presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, completando um dos apelos mais repetidos nos últimos tempos: “fique em casa e escreva”.

Este concurso literário está aberto à participação de qualquer cidadão, com a condição de que os textos sejam redigidos em língua portuguesa, sejam trabalhos inéditos, criativos e coerentes. O melhor de cada uma das categorias, prosa e poesia, recebe um prémio monetário de 1.500,00 euros (regulamento disponível para consulta aqui). Quem pretender conhecer mais sobre a gastronomia proencense, pode ver os vídeos disponíveis no canal Youtube (pesquisando por Sabores com Tradição de Proença-a-Nova) e na própria página do Município, em www.cm-proencanova.pt.

Com periodicidade bienal, o Prémio Literário Pedro da Fonseca pretende homenagear um dos mais ilustres proencenses: teólogo jesuíta e filósofo, nascido em Proença-a-Nova em 1528, Pedro da Fonseca escreveu poucas obras; no entanto, o profundo impacto do conteúdo das mesmas fez com que fosse dos mais lidos à época, tendo influenciado o pensamento europeu no século XVI, o que lhe valeu o epíteto de Aristóteles Lusitano. Adicionalmente, este concurso pretende valorizar tradições e outras características do concelho. Na edição de 2018, o tema foi a Encomendação das Almas e o Cantar das Janeiras, a título de exemplo.

Regulamento do concurso disponível na página do Município

2020-04-07