Ambiente e Espaços Verdes
 

 

 

Viveiro Municipal

O Viveiro Municipal é um espaço de produção por excelência, onde se efetuam sementeiras, estacarias, repicagens, transplantes, envasamentos e outras atividades inerentes ao espaço em questão, no sentido de se obter as plantas mais adaptadas à região (desde herbáceas, aos arbustos e às arvores), para depois figurarem nos jardins, ruas ou praças do nosso município. São, normalmente, utilizadas as plantas autóctones e/ou endémicas da região e do país, para maior garantia de sucesso futuro.

Também aqui ficam a estagiar todas as plantas adquiridas a viveiristas, de modo a estabelecerem uma relação mais estável com o novo ambiente (temperatura e solo), antes de passarem para o terreno definitivo.

É ainda aqui que se recompõem algumas das plantas atingidas por pragas e doenças, com vista ao seu restabelecimento e posterior utilização. São essencialmente as plantas de interior as mais suscetíveis a estes males.

No espaço encontra-se a componente prática do Projeto BioAromas (da Escola Pedro da Fonseca), na produção de plantas aromáticas, recolha e secagem das mesmas.

Toda a produção no viveiro, incluindo a do projeto BioAromas, é biológica. O fertilizante adicionado provém do composto orgânico produzido a partir de restos oriundos do refeitório da escola Pedro da Fonseca, de folhas secas apanhadas nos arruamentos e de pequenos restos resultantes de podas e limpezas. Às culturas é feita a rotatividade, tanto quanto possível, de modo a permitir a reposição de nutrientes no solo e o controlo de infestantes é realizado por mondas manuais.

Com as cortinas arbóreas e arbustivas de modo a minimizar o efeito dos ventos predominantes e a dar abrigo a aves, o viveiro contribui, assim, para a manutenção da biodiversidade, pois algumas das pequenas aves que aqui se instalam são predadores de insetos e outros pequenos animais das hortas e jardins, proporcionando algum controlo sobre as pragas.

Pela sua organização espacial, o Viveiro permite acolher grupos, quer venham simplesmente para visitar, quer para aqui efetuarem pesquisas, trabalhos (como estágios curriculares) ou mesmo voluntariado.

 A compostagem doméstica

 Agricultura biológica

 

O projeto BioAromas

O Projeto BioAromas pretende orientar os jovens com necessidades educativas especiais no sentido de desenvolverem as suas capacidades e autonomia pessoais através do contato com o campo (que lhes é familiar), melhorando o seu comportamento e fomentando a capacidade de resposta nas mais variadas situações. A construção de uma sociedade mais justa passa essencialmente pela participação de cada cidadão, independentemente da sua condição, através da igualdade de oportunidades para o exercício da cidadania. A Escola Pedro da Fonseca atenta aos problemas dos seus alunos procura com esta atitude inclusiva proporcionar, àquele setor da população escolar, uma melhor integração na vida ativa que se aproxima.