119 pessoas cantaram as janeiras em Proença-a-Nova

Um total de 119 pessoas, divididos em 8 grupos do concelho e um grupo convidado, cumpriram a tradição de cantar as janeiras no V Encontro de Janeireiros, realizado no dia 20 de janeiro.

O objetivo desta iniciativa é perpetuar o ritual de cantar de porta em porta para desejar prosperidade para o novo ano e anunciar o nascimento de Jesus. No concelho ainda resistem alguns grupos com cantigas seculares, com pequenas nuances entre si, mas que constituem património imaterial e que o Município está empenhado em classificá-lo em Património Imaterial da Unesco, cuja candidatura está a ser elaborada.

Os vários grupos têm características muito próprias: enquanto em algumas aldeias os grupos são mistos, noutras é um ritual masculino, explicado pelo facto de noutros tempos percorrerem vários quilómetros a pé entre as diferentes localidades carregados com as esmolas que iam recolhendo. Outro aspeto que se destaca é o facto de alguns grupos se dividirem em dois, designado por “pernas”, cantando alternadamente entre si.

Esta iniciativa promovida pelo Município de Proença-a-Nova percorreu as ruas da vila entre o Largo Pedro da Fonseca, terminando no Parque Urbano Comendador João Martins e contou com o grupo do Pergulho, Corgas, Vale de Água, Serimógão, São Pedro do Esteval, Vergão, Caniçal Cimeiro, Caniçal Fundeiro e Vale da Carreira, Cunqueiros, Alvito da Beira e o grupo convidado da Tuna da Associação dos Amigos do Pinhal General, proveniente do Seixal. A noite terminou com um jantar convívio.

Fotos do evento disponíveis na página oficial do facebook do Município de Proença-a-Nova. 

2018-01-24