XI Feira da Tigelada e do Mel supera todas as expetativas

Mais de 1.800 tigeladas foram vendidas nos dois dias da XI Feira da Tigelada e do Mel, que decorreu a 28 e 29 de outubro, no Parque Urbano Comendador João Martins, superando todas as expetativas. A Feira da Tigelada e do Mel afirma-se a cada ano como um evento de destaque no calendário anual de eventos do Município e este ano contou com a divulgação acrescida do programa de televisão da TVI “Somos Portugal” que transmitiu em direto a festa no domingo.

Para o presidente da Câmara Municipal, o sucesso deste evento deve-se às associações do concelho, que são as responsáveis pela confeção das tigeladas. Nesta feira participaram 26 associações que esgotaram o stock do doce embaixador do concelho, tendo mais uma vez a procura superado a oferta. Recorde-se que na edição anterior foram vendidas 1.500 tigeladas, este ano o município disponibilizou 1.600 caçoulos e tendo em conta a forte procura, algumas associações recorreram a caçoulos próprios. Dado o sucesso cada vez maior desta iguaria gastronómica, “iniciou-se o processo visando a certificação da tigelada e desenvolvendo assim a condição de criar riqueza com este produto”, revela João Lobo.

Além da potenciação da tigelada como produto gastronómico de excelência, o Município quer apostar também na produção de leite de cabra e no pastoreio como forma de prevenção de incêndios florestais, e, nesse sentido, foi criada a cooperativa Capripinhal, que se dedica à recolha de leite nos concelhos da região. A Capripinhal ofereceu 385 litros de leite para a produção das tigeladas e a empresa avícola Rica Granja associou-se mais uma vez ao evento oferecendo 1.502 dúzias de ovos.

Os segredos da tigelada foram revelados por Maria da Luz, representando um dos pontos altos do certame e onde o público teve a oportunidade de elaborar a sua própria tigelada e de a provar depois de sair do forno de lenha, um atelier inserido no projeto Beira Baixa Cultural cofinanciado no âmbito do Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional da União Europeia.

Os pequenos negócios locais do mel ou do artesanato, bem como as pequenas empresas também tiveram um lugar cativo nesta feira. O certame aconteceu no sábado e domingo e encheu o Parque Urbano com um ambiente de festa, decorrendo paralelamente o programa de animação de rua a cargo dos «Kopinxas», «Baby Boom» e «Paprika Gourmet», que arrancaram muitas gargalhadas ao longo dos dois dias de feira.

A Feira da Tigelada e do Mel realizava-se habitualmente no último fim de semana de julho na Rua da Santa Cruz. Este ano foi adiada para o mês de outubro devido aos incêndios florestais que assolaram o concelho naquela data. O local também foi alterado para receber o programa da TVI, “Somos Portugal”. Com o sucesso desta edição, o Município decidiu alterar a data deste evento, passando a realizar-se no fim de semana mais próximo do feriado do Dia de Todos os Santos, uma mudança que mereceu a aprovação da generalidade das associações. Assim, no próximo ano, a XII Feira da Tigelada e do Mel realizar-se-á a 3 e 4 de novembro.

2017-10-31