Sessão divulga incentivos ao empreendedorismo e emprego SI2E

As empresas e particulares do concelho de Proença-a-Nova que pretendam ser empreendedores e criar emprego têm à sua disposição quatro milhões e 236 mil euros no âmbito do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego - SI2E, distribuídos por duas entidades gestoras: a Pinhal Maior e a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB), que rececionam as candidaturas. No caso da Pinhal Maior (que integra os concelhos de Proença-a-Nova, Oleiros, Sertã, Vila de Rei e Mação) as candidaturas têm um teto máximo de 100 mil euros. No Caso da CIMBB (de que fazem parte Proença-a-Nova, Oleiros, Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Idanha-a-Nova e Penamacor), os valores das candidaturas oscilam entre os 100 mil e os 235 mil euros.

Durante a sessão de esclarecimento que o Município de Proença-a-Nova dinamizou esta terça-feira, 6 de junho, os oradores destacaram que o SI2E apoia projetos que promovam a criação líquida de emprego, através da criação do próprio emprego ou de contratação de trabalhadores. Na prática, a verba é disponibilizada para a criação de micro e pequenas empresas ou expansão / modernização de micro e pequenas empresas. Pedro Dias, da CIMBB, e Augusto Nogueira, da Pinhal Maior, apresentaram as despesas que são elegíveis – por exemplo aquisição de máquinas e equipamentos, conceção e registo de novas marcas ou coleções ou obras de remodelação – e as não elegíveis. O nível de apoio a conceder será determinado com base no investimento elegível aprovado, através da aplicação de uma taxa base de 40% para os investimentos localizados em territórios de baixa densidade.

No final da apresentação, o presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, considerou que estas sessões de esclarecimento são importantes para “criar valor nos agentes económicos do concelho” já que são eles os destinatários destas medidas de apoio e quem tem de tomar a iniciativa de se candidatar. “Não tenham pejo de apresentar propostas. É verdade que têm que ser propostas exequíveis e que acrescentem valor ao negócio. Muitas vezes, a questão da inovação é criar uma solução que gere riqueza diferente da forma tradicional de fazer as coisas”, referiu João Lobo que considera fundamental o empreendedorismo do tecido empresarial do concelho. “Está nas nossas mãos – e entendam a Câmara sempre como um parceiro e um agilizador - tirar proveito destes dois programas para que o dinheiro que está disponível seja utilizado, até porque aos territórios do interior foi dada majoração de 20% relativamente ao restante país”.

O presidente da Câmara Municipal aproveitou a ocasião para divulgar duas ações de formação que vão ser desenvolvidas pelo IAPMEI no concelho de Proença-a-Nova: uma delas sobre “a importância da contabilidade”, no dia 29 de junho, e outra sobre “como financiar o meu negócio”, no dia 6 de julho. As ações, gratuitas, necessitam de inscrição prévia através dos emails geral@cm-proencanova.pt ou gapemp@cm-proencanova.pt (274 672 740). Relativamente ao Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego - SI2E, mais informações podem ser obtidas na Pinhal Maior, CIMBB e Gabinete de Apoio ao Empresário e Agricultor do Município de Proença-a-Nova.

2017-06-08