Produtos de excelência destacados no Festival da Cereja e do Limão

A primeira cereja da temporada amadureceu a tempo de comparecer ao Festival da Cereja e do Limão que decorreu nos Montes da Senhora nos dias 19 e 20 de maio, havendo oferta durante todo o evento, fruto do microclima existente nesta área do concelho. Sendo a mais temporã, o preço estabelecido foi em função da oportunidade de mercado e do trabalho dos produtores. O balanço feito é positivo, havendo quem tivesse vendido toda a cereja. Para o presidente da autarquia, João Lobo, o festival foi uma importante mostra do que melhor se faz e tem o concelho de Proença-a-Nova, agradecendo a presença dos produtores e expositores. “Estas iniciativas são fundamentais para ajudar a tornar o sector agroalimentar mais atrativo para quem já investe nestes produtos, que são de facto de excelência, mas também para potenciais empreendedores que podem e devem inovar tendo por base os recursos existentes”, afirmou. “Também é importante referir o trabalho conjunto da Junta de Freguesia, do Centro Social e da Liga dos Amigos dos Montes da Senhora que, em articulação com o Município, apresentaram um cartaz que atraiu públicos diferenciados”.

Para além da venda dos frutos e de artesanato, licores, mel, doces, bolos, enchidos, produtos da horta ou tigeladas, este evento Beira Baixa Terras de Excelência - cofinanciado pelo FEDER no âmbito do PROVERE com o apoio do Portugal 2020 - incluiu o passeio pedestre “Montes de Cerejas”, que juntou 120 caminheiros, e a Corrida das Cerejas, que contou com outros tantos participantes. A tarde folclórica foi animada pelo Grupo de Danças e Cantares do Centro Social Cultural Recreativo da Freguesia de Montes da Senhora, pelo Grupo Folclórico de Cantas e Cramois de Pias (Cinfães) e pelo Rancho Folclórico As Ceifeiras de Porto de Muge (Cartaxo).

Na noite de sábado, Peu Madureira apresentou fados conhecidos e a música que o celebrizou no Festival da Canção deste ano. No final, aplaudiu a iniciativa de promover os produtos genuinamente portugueses. “Acima de tudo sou um português que gosta da terra, das pessoas e dos produtos que elas produzem. E chegar aqui, a um sítio onde nunca tinha vindo, e ver tanta gente com produções boas e biológicas, acho que toca todos os portugueses e por isso vou daqui mais pobre em dinheiro, mas mais rico em produtos”, afirmou.

Durante a Festa do Município, que se realiza nos dias 8, 9 e 10 de junho no Parque Urbano Comendador João Martins, em Proença-a-Nova, haverá Mercadinho da Cereja e nova oportunidade para adquirir produtos do concelho.

 

2018-05-21