Concurso “Os Melhores Vinhos do Concelho” recebe inscrições até 15 de março

Até 15 de março, os vinicultores do concelho podem formalizar a inscrição na segunda edição do concurso “Os Melhores Vinhos do Concelho de Proença-a-Nova”, numa organização do Centro Ciência Viva da Floresta, em parceria com o Município e a CIMBB – Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, financiado no âmbito do PROVERE e Centro 2020 da União Europeia. De acordo com o regulamento, disponível para consulta aqui, são admitidos a concurso vinhos branco, tinto e rosado da colheita de 2017, desde que a produção mínima seja de 250 litros (no caso dos vinhos branco e tinto) e de 150 litros (nos vinhos rosados).

“O papel do Laboratório de Vinhos do Centro Ciência Viva da Floresta tem sido fundamental para os nossos vinicultores produzirem um vinho com cada vez mais qualidade, como mostraram os resultados do primeiro concurso”, considera João Manso, vice-presidente da Câmara Municipal e Diretor do CCCV da Floresta. “Fruto de uma maior exigência por mais qualidade, brevemente o CCV disponibilizará um serviço móvel de filtragem de vinho com placas nos locais de produção e no auxilio à produção 2018 introduzirá novos produtos nos kits que facilitarão mais as fermentações”.

Depois das inscrições formalizadas, o CCV da Floresta irá recolher, entre 19 de março e 2 de abril, quatro amostras de 0,75 l de cada vinho a concurso para as etapas de seleção que se seguem: a primeira é a pré-seleção das amostras por prova organolética, desclassificando-se os vinhos com defeito ou com qualidade insuficiente; segue-se a análise físico-química, sendo retirados aqueles que estiverem fora dos parâmetros definidos por lei; a última fase é a da prova cega por um júri constituído por 10 elementos: dois representantes do Município, quatro enólogos, um blogger especializado, um escanção, um jornalista de imprensa regional e um representante do comércio de vinhos.

Os vinhos com classificação de ouro serão aqueles que alcançarem 85 ou mais pontos (recebendo um voucher de 50,00€ em produtos e análises no Laboratório de Vinhos do Centro Ciência Viva da Floresta) e com classificação de prata os que alcançarem 75 ou mais pontos (recebendo um voucher no valor de 25,00 €). O vinho com a melhor classificação de ouro receberá o título de “Excelência de Ouro”. Os vencedores serão conhecidos a 15 de abril, durante a realização do Festival Gastronómico Adega Típica.

No I concurso “Os Melhores Vinhos do Concelho de Proença-a-Nova” destacou-se como “Excelência de Ouro” o vinho branco de Joaquim Farinha Dias, produzido nos Casais, que alcançou 87,1 pontos na prova cega. Os vinhos de António Sousa (branco), Jorge Cristóvão e Manuel Farinha (ambos tintos) foram classificados como Ouro. Receberam a classificação Prata Nuno Rodrigues, José Luís Caetano, Alfredo Ferreira, Jorge Cristóvão e Tiago Eira (vinho branco); nos tintos, obtiveram mais de 75 pontos Alfredo Ferreira, Manuel Farinha, Adelino Esteves, Luís Cardoso, José Manteigas (dois prémios em vasilhas diferentes), Nuno Rodrigues, António Gil e Outros, António Sousa e José Luís Caetano. Participaram no concurso 42 vinhos tintos, 17 brancos e sete rosados.

2018-03-01